Home
 
Quem Somos
 
Serviços
 
Notícias
 
Vagas Disponíveis
 
Downloads
 
Fale Conosco
Notícias
 
Cinco frases que fazem você parecer fraco no trabalho
 

Não importa se você é um estagiário ou um diretor de empresa: as palavras que você usa na sua rotina dizem quem você é como profissional.  Talvez você não se dê conta disso, mas algumas expressões extremamente comuns demonstram insegurança e fraqueza no ambiente de trabalho.   Como a maior parte das conversas é extremamente rápida, há pouco tempo para pensar - e qualquer deslize pode gerar desconfiança.

Diante disso, o autor norte-americano Danny Rubin listou em sua coluna no site News Live By algumas frases e termos que você deveria banir do seu vocabulário.

Veja quais são elas a seguir:

1. “Eu só queria te perguntar uma coisa…”

Quando usadas de maneira exaustiva, palavras como "só" ou "apenas" sugerem que o que você tem a dizer tem pouca relevância.   Mais do que isso, podem passar a impressão de que você está desperdiçando o tempo de alguém.   Se tiver algo importante para comunicar, seja direto, aconselha Rubin.

2. “Desculpe qualquer coisa, mas…”

Poucos vícios demonstram mais fraqueza do que pedir perdão por absolutamente tudo. Isso porque, na maior parte dos casos, você não tem nada pelo que se desculpar.   Então, a menos que de fato tenha cometido um erro, evite começar uma frase usando esse termo.

3. “Eu não tenho certeza se você poderia fazer isso, mas...”

Frases como essa colocam você num papel de submissão em relação a seu interlocutor.   Também fica subentendido que a outra pessoa é importante e ocupada demais para ajudá-lo.   Mais uma vez, o conselho de Rubin é ir direto ao ponto. Comece a pergunta com “Você poderia…?”.

4. “Eu odeio te incomodar, mas…”

Semelhante ao caso anterior, indica que falar com a outra pessoa é um ato de atrevimento.   Não importa se você é um estagiário ou se foi contratado recentemente.   É possível mostrar respeito sem mostrar fraqueza.   Prefira frases como “Quando você tiver um minuto...”.

5. “Eu espero que não tenha problema…”

Essa expressão já começa colocando suspeitas sobre o que você dirá em seguida.   Além disso, afirma Rubin, coloca nas mãos do seu interlocutor toda a autoridade de decidir se você agiu corretamente ou não.   É possível pedir um conselho sem perder território.   “Eu gostaria de saber sua opinião”, ou “Agradeço as suas considerações” são opções mais recomendadas.

 

(fonte: abrhba)